APASE - Sindicato dos Supervisores de Ensino do Magistério Oficial no Estado de São Paulo

Notícia

01/12/2017

XXXII Encontro Estadual de Supervisores do Magistério

ESCOLA PÚBLICA: alternativas político-pedagógicas para sua reconstrução crítica

  

Local: Hotel Serra da Estrela, de 10 a 13 de abril de 2018
Responsável: APASE

 

PROGRAMAÇÃO 

XXXII Encontro Estadual de Supervisores do Magistério – APASE 

Hotel Serra da Estrela*, de 10 a 13 de abril de 2018 

ESCOLA PÚBLICA: alternativas político-pedagógicas para sua reconstrução crítica

 

Atenção, participante hospedado no Hotel sede: você recebeu e-mail APASE com a Ficha de Registro Nacional de Hóspedes. Encaminhe-a seguindo as orientações do e-mail, o quanto antes.

 

 Despacho do Secretário de 13, publicado no DOE de 14/03, autoriza afastamento para o XXXII Encontro APASE

 

 

Objetivo Geral:

Refletir sobre a educação escolar pública sob a perspectiva histórica e de suas relações políticas e éticas com a sociedade brasileira, buscando alternativas para a sua reconstrução, considerando a ressignificação dos espaços de construção das aprendizagens.

 

Objetivos Específicos: 

- Analisar concepções subjacentes ao projeto educacional atual, relacionando-as, criticamente, ao projeto social de caráter humanizador voltado a interesses universais;

- Compreender que a realidade inclui possibilidades, visíveis de acordo com concepções e valores dos sujeitos, e concretizáveis mediante ação coerente e persistente;

- Analisar práticas pedagógicas, administrativas e supervisoras;

- Apontar alternativas político-pedagógicas para a reconstrução crítica da escola pública.

 

Dia 10/04, das 14 às 18 horas 

Abertura Solene:

Diretora-Presidente: Profª. Dra. Rosângela A. Ferini Vargas Chede

Conferência: Democracia no Brasil, os sentidos da ação política e o impacto nos projetos nacionais de educação

Palestrante:  Carlos Roberto Jamil Cury

Ementa: Refletir sob a perspectiva histórica a Democracia no Brasil, suas contradições, apontando limites e possibilidades na atual conjuntura. Significado social e político da Escola pública para uma Educação Básica equalizadora. Relação entre o Projeto Social e o Projeto Educacional no Brasil, considerando-os de forma indissociável e interdependente.

Qual sociedade e qual escola para assegurar direitos fundamentais, orientando-se por interesses universais, ampliando e fortalecendo o espaço público e a humanização?

 

Dia 10/04, das 20 às 22 horas:

Atividade de enriquecimento: Orquestra Experimental Pró-Morato

 

Dia 11/04, das 8h30 às 12 horas: 

Mesa-redonda: A escola pública paulista: revisitando projetos de reconstrução critica

Palestrantes:

Carmen Sylvia Vidigal de Moraes

José Luis Sanfelice

Ementa: Histórico da escola pública paulista: o que as experiências vividas nos ensinam? O que propiciava bons resultados educacionais aos Vocacionais, à Escola de Aplicação da USP, ao Experimental da Lapa? Quais relações com o contexto foram decisivas para seu avanço? E para sua supressão? O que deu certo no Projeto Escola Padrão? Por que?  Quais os fatores/condições favoráveis? O que tem funcionado na escola de tempo integral? Quais os fatores de êxito? Em que sentido? Há os fatores de malogro? Quais? Em que sentido?

Problematização histórica a respeito da criação da escola e dos sistemas de ensino, desvelando as relações com os contextos socioeconômicos e político-culturais, na Europa (no Ocidente) e no Brasil. Contradições entre emancipação, educação e democracia, analisando caminhos trilhados e pontuando desafios que o Brasil enfrenta para a reconstrução crítica do projeto educacional.

 

Dia 11/04, das 14h às 18 horas: 

Mesa-redonda: A escola pública e a articulação dialogal com a supervisão de ensino

Palestrantes:

Celestino Alves da Silva Junior

Helenice Maria Sbrogio Muramoto

Rosângela A. Ferini Vargas Chede

Ementa: Supervisão de sistema no contexto das políticas públicas educacionais: sua missão/finalidade, os sujeitos que exercem esse serviço. Qual supervisão e qual supervisor?

A coerência e a congruência com os objetivos educacionais emancipatórios demandam uma supervisão dialogal, a mediação da gestão democrática e da interlocução qualificada com os diferentes sujeitos envolvidos, tomando o trabalho pedagógico em andamento como objeto de reflexão, de crítica e de reconstrução.

Como se formam ossupervisores de ensino? Qual a relação entre a carreira do magistério e formação de supervisores? O que isso tem a ver com sua atuação e com a qualidade da educação escolar?

 

11/04, 21 horas:

Atividade de Convivência

 

Dia 12/04, das 8h30 às 10 horas: 

Palestra: Educação Escolar, Cidadania e Democracia: projetos em disputa

Palestrante:

Virginia de Mattos Fontes 

Ementa: Analisar criticamente a relação educação, cidadania e democracia. Apontar os projetos em disputa para a construção da atual agenda educacional. Perspectivas para a educação escolar no contexto das atuais reformas constitucionais. Alternativas para a construção de uma outra agenda política e educacional.

 

Dia 12/04, das 10h30 às 12h30: 

Comunicações e práticas da Supervisão de Sistema 

 

Dia 12/04, 14 às 18 horas:

Roteiro Histórico-Cultural na Comunidade

 

Dia 12/04, 20 às 22 horas:

Atividade de enriquecimento

Filme: Colegas, de Marcelo Galvão

 

Dia 13/04, 8h30 às 12h30: 

Palestra: Supervisão de Sistema, reconstrução crítica da escola pública e garantia de direitos

Palestrante:

Antonio Joaquim Severino 

Ementa: A importância de uma supervisão de sistema voltada à concretização de direitos educacionais conquistados no Brasil, para o enfrentamento de relações de desigualdade no atual regime republicano. 

 

Dia 13/04, das 14 às 17 horas:

Avaliação e Encerramento.

 

*Restaurante Alquimia do Hotel Serra da Estrela, com ambiente amplo e aconchegante, recebe os participantes para experiência gastronômica que reverencia o bem estar e a sustentabilidade. Opções criativas e saudáveis elaboradas pelo chef e sua equipe. O cardápio destaca a culinária vegetariana/vegana. 

 

Voltar 

Encontro Estadual

Encontro Estadual anteriores

Últimas Notícias

04/09/2018

NOTA DE REPÚDIO

Globo usa novela para fazer ataque à educação pública e seus profissionais


Notícias anteriores

APASE - Sindicato dos Supervisores de Ensino do Magistério Oficial no Estado de São Paulo
Rua do Arouche - 23 - 1° Andar - CEP 01219-001 - SP - São Paulo - Telefone - (11) 3337 6895